O líder do Governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT), em entrevista ao jornal Diário do Nordeste, nesta última segunda-feira (7), teceu alguns comentários sobre o panorama político atual que está em andamento no País. O parlamentar criticou severamente o desenrolar da #Crise política brasileira, o qual está estagnando o Brasil rumo ao crescimento econômico e defendeu a rápida resolução de tais questões. O mesmo condenou, ainda, a tentativa de se associar o nome do Partido dos Trabalhadores a qualquer tentativa de golpe contra governos passados.

Críticas aos opositores do Governo e defensores do impeachment

Antes de embarcar para Brasília, José Guimarães fez duras criticas a todo o quadro de crise política que o país está atravessando.

Publicidade
Publicidade

Ele iria reunir-se com Dilma a fim de discutir os detalhes sobre a formação da comissão que vai analisar e julgar o pedido de afastamento da mesma. Indagado sobre a problemática da política atual, o deputado declarou que o Brasil não está sendo capaz de suportar o atual quadro que está atravessando. Guimarães afirmou que a crise política é culpa de "meia dúzia de revoltados" que estão descontentes por perderem a eleição e são os responsáveis por esta instabilidade que o país atravessa.

O deputado criticou a tentativa de cassação do mandato de Dilma como uma clara tentativa de golpe. Segundo o político, é preciso barrar este processo no Congresso, pois constitui um verdadeiro atentado contra a democracia e a soberania popular.

O Líder do PT defende a suspensão das férias parlamentares

José Guimarães prega pressa na resolução da questão do #Impeachment da presidente.

Publicidade

Em virtude disto, ele defende que sejam suspensas as férias parlamentares de final de ano. O deputado afirma que é preciso "virar a página" sobre este assunto. O líder do PT defendeu a retomada do crescimento econômico a partir de 2016. Entretanto, a decisão do recesso está na dependência também do presidente do Senado, Renan Calheiros(PMDB-AL). Outro fator que concorre para o fato é a necessidade da votação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o ano que vem.

Envolvimento do PT em golpe contra FHC

José Guimarães rechaçou qualquer tentativa de associar o PT com um possível pedido de impeachment contra o governo de Fernando Henrique, nos anos 90. O deputado admitiu que uma ala do partido era favorável ao processo, entretanto, um consenso dentro do partido votou contra a medida. Guimarães completou que o partido sempre atuou a favor das leis, sem golpes, pois o mesmo defende a perpetuação dos mandatos políticos escolhidos de forma democrática. #Dilma Rousseff