Luciana Genro ganhou as redes sociais na manhã desta quinta-feira (10) pelas declarações polêmicas postadas em sua conta no Twitter. A "presidenta" da Fundação Lauro Campos e quarta colocada nas eleições presidenciais começou seu "discurso" nas redes sociais lembrando que o país está atravessando uma profunda crise econômica, ao mesmo tempo em que vive uma crise política e isto tem feito os brasileiros sofrerem muito.

Em seguida, Luciana Genro se posiciona a respeito do #Impeachment e diz que não tem legitimidade pela forma como Eduardo Cunha vem conduzindo todo processo, utilizando o que ela chamou de "métodos golpistas" e "manobras fraudulentas".

Publicidade
Publicidade

Uma das postagens mais polêmicas foi a de que ela cita como o primeiro desafio que seria a derrubada de Cunha e também do impeachment contra Dilma Rousseff, mas que o país não poderia parar por aí, porque este atual governo não interessa aos brasileiros.

Para ela, Dilma não tem apoio popular porque o povo já não aguenta mais tanta corrupção, principalmente a que vem sendo mostrada na Operação Lava Jato. Genro comenta ainda que esta roubalheira que tomou conta do país não é por causa somente de alguns, mas devido ao governo que nada tem feito.

"Não podemos aceitar um impeachment golpista e nem podemos defender um governo que promete uma coisa e faz outra", continuou Luciana que mostrou ter receio de que Michel Temer assuma o país.

A proposta apresentada por Luciana Genro e que gerou grande polêmica é que o processo de impeachment seja cancelado e que já em 2016 sejam realizadas eleições gerais para que o povo possa decidir quem ele realmente quer que governe o Brasil.

Publicidade

Nas redes sociais o nome de Luciana Genro ficou entre os assuntos mais comentados. Todavia, a grande maioria se mostrava assustada com as declarações postadas por ela em sua conta no Twitter e o posicionamento radical adotado.

Muitos viram no pronunciamento de Luciana uma forma dela tentar novamente chegar à presidência do Brasil, aproveitando o momento frágil que o país atravessa.

O que você achou da proposta de Luciana Genro? Deixe abaixo seu comentário!

#Dilma Rousseff #Crise no Brasil