Um dos direitos adquiridos pelos deputados federais ao tomarem posse é o auxílio da Cota para Exercício da Atividade Parlamentar, o conhecido Cotão. Os senadores também possuem o mesmo benefício, e em 2015 o valor gasto por todos os componentes na Casa Legislativa foi de R$ 22,8 milhões (matéria completa no link). Já os deputados federais foram um pouco mais mão aberta. No ano passado, foram gastos R$189.001.312,63, segundo levantamento feito pelo site Olho Neles e divulgado pelo blogueiro do UOL Fernando Rodrigues.

O valor gasto pelos componentes da Câmara dos Deputados é quase 10 vezes maior do que o utilizado pelo Senado Federal.

Publicidade
Publicidade

Entre todos os 513 deputados, alguns se destacaram no ano passado com os maiores gastos do dinheiro do Cotão. O levantamento apresenta os 20 deputados que mais utilizaram o auxílio para pedir reembolso de seus gastos.

Veja o top 20 dos deputados mais “gastões” do Cotão*

Felipe Bornier (PSD-RJ) – R$674.567,49

Leonardo Picciani (PMDB-RJ) – R$637.688,50

Waldir Maranhão (PP-MA) – R$622.746,95

Alice Portugal (PC do B-BA) – R$559.512,13

Edio Lopes (PMDB-RR) – R$550.038,75

Paes Landim (PTB-PI) – R$542.419,22

Osmar Terra (PMDB-RS) – R$534.775,84

Domingos Neto (PMB-CE) – R$519.728,45

Pedro Fernandes (PTB-MA) – R$514.236,14

Shéridan (PSDB-RR) – R$503.208,17

Aníbal Gomes (PMDB-CE) – R$496.446,92

Vinícius Gurgel (PR-AP) – R$496.254,95

Hissa Abrahão (PPS-AM) – R$495.824,21

Assis Carvalho (PT-PI) – R$493.565,80

André Fufuca (PEN-MA) – R$493.270,12

Manoel Júnior (PMDB-PB) – R$492.350,21

Silvio Costa (PSC-PE) - R$490.586,89

Júlio Cesar (PSD-PI) – R$483.120,18

Bruna Furlan (PSDB-PI) – R$482.957,75

Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) – R$ 481.939,15

*esses valores incluem os 11 primeiros dias de 2016, período em que a Câmara está de recesso, por essa razão, os gastos são irrisórios.

Mas o que é o Cotão?

Esse dinheiro serve para custear gastos do parlamentar com passagens aéreas do seu estado até Brasília, gastos com advogados, aluguel de carros, gasolina, contas de água e luz, material de divulgação, entre diversas outras práticas.

Publicidade

O valor é distinto para deputados dos diferentes estados, pois leva em consideração o custo de vida no estado e a distância até Brasília. Por exemplo, um deputado federal de Brasília tem direito a R$ 27.977,66 (o menor valor entre todos), já um deputado de Roraima recebe R$ 41.612,80 (o maior valor entre todos os estados) #Congresso Nacional