O ano de 2015 terminou sem deixar conclusão definitiva sobre os dramas político encenados no país. Por isso 2016 chega como uma segunda temporada a todos os problemas envolvendo Dilma, Cunha, Temer e outros nomes que ficam mais famosos com cada novo escândalo.

Já sabendo que esse ano novo será bem turbulento é bom descobrir quais serão exatamente alguns dos desafios. Aqui vão alguns dos itens que aparecerão no novo capítulo da novela política brasileira:

1. #Impeachment DA PRESIDENTE

O processo de impeachment foi aberto por Eduardo Cunha por motivos mais que questionáveis por parte do presidente da câmara, porém legítimo.

Publicidade
Publicidade

As acusações são de improbidade administrativa. Os inimigos de Dilma ainda esperam que as manifestações populares empurrem o processo, algo razoavelmente duvidoso tendo em vista os eventos de dezembro de 2015.

Claro que esse resultado ainda demorará a sair, primeiro devido ao recesso do Congresso que termina no início de fevereiro. Outro ponto foi a anulação da comissão especial para análise do pedido, essa decisão foi tomada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e fez com que o processo regressasse à sua fase inicial.

A presidente ainda terá uma chance de defesa, serão reservadas 10 sessões da comissão para esse fim onde Dilma deve provar que pode continuar no cargo.

2. CONSELHO DE ÉTICA DA CÂMARA PARA POSSÍVEL CASSAÇÃO DE CUNHA

Assim como a presidente federal o presidente da câmara está igualmente imerso na lama dos processos.

Publicidade

O Conselho de Ética instaurado na Câmara para analisar um processo por ter contas na Suíça não declaradas e por mentir na operação Lava Jato.

Cunha tem esperanças de conseguir se livrar do processo graças a seus aliados, mas ainda não se tem certeza se será realmente possível. Caso o processo tenha continuidade ele pode levar à cassação do peemedebista, algo que é assunto polêmico entre os ávidos internautas que ora defendem Cunha com ardor ora o querem longe da câmara.

3. DILMA E TEMER NO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL

Dilma não tem só o processo de impeachment com que se preocupar: ela também está sofrendo ameaça do TSE onde uma ação pode terminar com a cassação de seu mandato e o de Michel Temer, o vice-presidente. A corte deve julgar o processo no fim de fevereiro quando o futuro político dessas famosas figuras serão decididos.

A acusação vem do PSDB que afirma que a eleição da presidente petista foi irregular. Cabe ao tribunal decidir.

4. OPERAÇÃO LAVA JATO

A Operação Lava Jato que iniciou no ano passado para perseguir os casos de corrupção na Petrobrás continua em 2016.

Publicidade

Uma das metas da operação é de encontrar contas no exterior ligadas ao desvio de dinheiro da estatal. Também espera-se aumentar o número de acusações de indivíduos envolvidos nos desvios. Só no ano passado foram readquiridos R$659 milhões de contas não declaradas fora do Brasil.

5. CRISE POLÍTICA E ECONÔMICA

Como qualquer cidadão consegue perceber no dia a dia o país vive uma crise política e econômica. Isso também será parte da novela política brasileira já que cabe às reformas política e fiscal resolver parte do problema. Como sempre instituir reformas não é só questão da qualidade da proposta, mas também da necessidade de uma boa base aliada que o PT não tem no momento e provavelmente não terá no futuro próximo. #Dilma Rousseff #Reforma política