O líder do #Governo na Câmara dos Deputados, José Guimarães, rebateu na última terça-feira, dia 5, as críticas feitas a seu partido, o #PT, por políticos e líderes da oposição, na qual muitos defendem que o partido tenha chegado ao fim. Guimarães aproveitou a ocasião para comentar as palavras do ex-ministro Cid Gomes, ao aconselhar a  presidente Dilma Rousseff a deixar o partido como forma de reverter os seus baixos índices de popularidade.

"Por que não há democracia sem o PT"

José Guimarães utilizou o plenário para rebater toda e qualquer crítica sobre fim do seu partido. Segundo o deputado, o PT segue firme na sua trajetória política no país e disse ainda que, se não fosse o partido, o Brasil não teria atravessado todos os tipos de adversidades para viver a plenitude da democracia atual.

Publicidade
Publicidade

O líder do PT declarou que o PT é o único partido que possui mais propostas sólidas para o crescimento do país. Ainda refutando as informações de que o partido tenha acabado, ele afirmou que o mesmo será o partido com mais candidatos a prefeitos no Brasil. Ele prometeu intensificar as mobilizações com lideranças políticas pelo país, entretanto, descartou que irá propor alianças, ao defender candidatos próprios. No seu entendimento, quem não desejar fazê-la, que não faça.  Ainda sobre o impeachment de Dilma, Guimarães diz que este assunto será superado em breve, assim como as dificuldades econômicas do país.

Comentando as declarações de Cid Gomes

A respeito das declarações do ex-ministro Cid Gomes, ao aconselhar Dilma a se afastar do PT, Guimarães fez questão de ressaltar que não intenciona criticar o ex-governador por sua posição.

Publicidade

Até porque Cid é seu aliado político no estado do Ceará. Em tom de resposta, o líder condena o que ele chama de 'troca-troca ' de partidos, segundo o qual acarreta uma extrema fragilidade das legendas partidárias dentro do Congresso. O petista chama a atenção para o fato de que, muitos políticos, costumam mudar de partido assim como quem muda de roupa. No caso de Cid Gomes, ele já trocou seis vezes de partido, sendo que a sua última filiação foi ao PDT onde permanece ainda, há pouco mais de um ano. O deputado defende que Dilma deve permanecer no partido para que o legenda seja mais fortalecida.

Guimarães afirma que a reforma política é necessária e que será viabilizada para que os partidos sejam mais fortes no cenário político. Ele declarou que a intenção é que a população brasileira seja mais participante do destino político do país, através da realização de referendos populares. Estes deverão ser os objetivos que o PT irá desenvolver ao longo dos próximos anos, conforme deixou subentendido o líder do governo. #Dilma Rousseff