Uma evidência curiosa tem chamado a atenção nesta volta aos trabalhos na #Câmara dos Deputados, em Brasília. Segundo relatos de jornalistas políticos, que cobrem diariamente a pauta do Congresso, os políticos governistas demonstram desânimo neste início de trabalhos em 2016.

Os prováveis motivos apontados pelos jornalistas, e que podem explicar o tal desânimo dos deputados da situação, seriam com relação aos dois primeiros temas a serem discutidos na pauta do Congresso, e que são ainda “ecos” de 2015. Trata-se da questão do impeachment da presidenta da República Dilma Rousseff, e a votação para o ajuste fiscal, projeto principal do #Governo para tentar amenizar a crise econômica do país.

Publicidade
Publicidade

O maior obstáculo que os deputados governistas encontram para a aprovação do ajuste fiscal na Câmara surge do “combate” feito pela bancada da oposição para evitar a desvinculação das receitas e, sobretudo, a volta da CPMF, tida pelos opositores como a grande “vilã” deste projeto de ajuste elaborado pelo Governo Federal.

Segundo especialistas, a tendência é que ambas as discussões se arrastem por bastante tempo entre os parlamentares. #PT