"Uma coisa que me orgulho é que não tem nesse País uma viva alma mais honesta do que eu", foi uma das declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em entrevista concedida a blogueiros na manhã desta quarta-feira (20) no Instituto #Lula, em São Paulo. Ameaçando processar "todo mundo", afirmou também que considera "violência" o que dizem sobre seu filho. Lula confirmou que contratou advogados para processar jornalistas que publicam matérias sobre ele e sua família.

Reforma da Previdência

Um dos assuntos da entrevista foi a reforma da Previdência, defendida por Dilma Rousseff, apesar da resistência da base de apoio do governo.

Publicidade
Publicidade

Para o ex-presidente, este assunto precisa ser debatido com a sociedade e disse apoiar a comissão criada pela presidente para este fim. Destacando que quando a lei foi criada a expectativa de vida era de 50 anos e hoje é de 75, Lula disse acreditar que a comissão, formada por trabalhadores e empresários, deverá apresentar uma proposta.

Sobre a presidente Dilma

Lula afirmou que concorda com o reajuste de 11% do salário mínimo, conforme Dilma garantiu, justificando que se a inflação foi de 10%, seria o mais justo. Ele discorda dos que defendem que o governo deveria poupar recursos em favor do equilíbrio fiscal: "não é o salário mínimo que vai pagar a crise que os milionários criaram". Junto com o elogio, a crítica. Lula pensa que o governo deve estar mais afinado com o povo e que, embora governe para todos, a presidente "tem que saber que temos lado".

Publicidade

Disse ainda que nos três anos de mandato que restam muita coisa pode ser feita e que Dilma deve decidir como quer entregar o País quando deixar o governo.

Lula criticou a Operação Lava Jato

Segundo Lula, a Lava Jato é culpada pela falta de investimento nos últimos dois anos e provocou os jornalistas, sugerindo que façam um levantamento de quanto estas investigações custaram para a economia. De acordo com o ex-presidente, estes recursos poderiam ter sido investidos em infraestrutura.

O mais bem pago

O ex-presidente disse ser ser o palestrante mais bem pago do mundo, juntamente com Bill Clinton. De acordo com sua declaração, isto se deve ao fato de ter realizado "um dos maiores trabalhos sociais do mundo".