O Ministério Público Federal divulgou o Ranking Nacional da Transparência, avaliação feita pelo órgão com o objetivo de examinar se os aspectos legais estão sendo cumpridos pelos municípios e estados. Foram pesquisados os portais da transparência dos 27 estados e todos os municípios do Brasil. A avaliação foi feita no mês de dezembro do ano passado entre os dias oito e dez.

A avaliação foi medida numa escala de zero a dez, quanto mais baixa for a nota, maior o grau de descumprimento da lei da transparência por parte do #Governo estadual ou municipal. O índice nacional de Transparência foi de 3,92.

Veja o ranking por estado:

Espírito Santo – 10

Santa Catarina - 9,8

Mato Grosso – 9,5

Rio Grande do Sul – nove

Paraíba – 8,3

Distrito Federal – 8,3

Ceará – 8,2

Tocantins – 7,9

Rio Grande do Norte – 7,8

Minas Gerais – 7,8

Maranhão – 7,7

Pernambuco – 7,5

Piauí -7,2

Alagoas – 6,8

Pará – 6,8

Goiás – 6,8

São Paulo – 6,5

Paraná – 6,1

Rio de Janeiro – 5,9

Amapá – 5,8

Acre – 5,8

Sergipe – 5,7

Rondônia – 5,2

Bahia – cinco

Roraima – 4,9

Amazonas – 4,6

Mato Grosso do Sul – 1,4

Chama a atenção dois aspectos nesse ranking: Apenas um governo estadual está dentro de todas as normas examinadas pelo MPF, no caso, o do Espírito Santo, líder do Ranking Nacional da Transparência; por outro lado, é possível também observar que o governo do Mato Grosso do Sul está bem abaixo dos outros estados, ficando mais de 3 pontos atrás do penúltimo colocado.

Publicidade
Publicidade

Também foi desenvolvido um ranking para as capitais dos estados. Novamente, apenas o líder do ranking conseguiu atingir a nota máxima oferecida pelo Ministério Público Federal, porém, dessa vez, não existiu uma disparidade tão grande por parte do último colocado.

Veja o ranking por capitais:

Porto Alegre – 10

São Paulo – 9,3

João Pessoa – nove

Maceió – nove

Belém – 8,5

Cuiabá – 8,5

Rio de Janeiro – 8,5

Recife – 8,4

Distrito Federal – 8,3

Belo Horizonte – 8,2

Rio Branco - 8,1

Curitiba – 8,1

Fortaleza – oito

Vitória – 7,8

Florianópolis – 7,7

Boa Vista – 7,2

São Luis - sete

Teresina – 6,9

Natal – 6,5

Salvador – 6,4

Porto Velho – 6,4

Goiânia – 5,4

Campo Grande – 5,2

Aracaju – 5,2

Macapá – 4,3

Manaus – 3,9

Palmas - 3,7