Presente na abertura do ano legislativo no #Congresso Nacional, #Dilma Rousseff discursou aos parlamentares nesta terça-feira (2). Além de frisar a necessidade do reajuste econômico e defender a volta da CPMF, a presidente reservou um espaço em sua fala para conclamar esforços no combate ao #Zika Vírus.

A epidemia vem causando problemas no país também pela sua associação à microcefalia, que tem prejudicado sobretudo os recém-nascidos. O último número divulgado aponta a confirmação de 404 casos de microcefalia. O zika é transmitido pelo mosquito Aedes aegipti, que é o mesmo transmissor da dengue.

"Nós não temos vacina, então o principal remédio que podemos colocar em prática é o combate e o enfrentamento ao mosquito.

Publicidade
Publicidade

Temos que evitar que ele se prolifere. Se ele não nascer, o vírus não vive. Nós estamos atuando em todo o Brasil, inclusive com o apoio das forças armadas. Mobilizamos equipamentos e larvicidas para ajudar os estados e as nossas cidades", ressaltou Dilma

Em sua fala, Dilma também fez questão de ressaltar a importância do caso, citando o fato de a Organização Mundial da Saúde (OMS) ter declarado situação de emergência de saúde pública internacional em decorrência do avanço do vírus e do mal que ele vem causando. 

Em agosto de 2016, o Brasil receberá as Olimpíadas no Rio de Janeiro e as autoridades já trabalham no sentido de oferecer as melhores condições possíveis para atletas, jornalistas e turistas nos dias de jogos. Em resposta recente à emissora BBC, que fez uma grande reportagem sobre o zika vírus e a proximidade dos Jogos Olímpicos, a organização do evento e a prefeitura do Rio de Janeiro garantiram que os cuidados estão sendo tomados e que vistorias são feitas periodicamente nas instalações.

Publicidade