#Lula tem sido um dos assuntos preferidos da mídia nesse início do ano, mas dessa vez o ‘companheiro’ não está discursando a favor do pobre e criticando a fictícia elite branca. Dessa vez Lula é sim o centro das atenções, mas por investigações e denúncias que se levadas a adiante e houver condenação, poderá levá-lo para a prisão.

Tríplex no Guarujá

Talvez muita gente se pergunte: ‘Qual o problema de uma pessoa ter um tríplex?’ A resposta é que não há nenhum problema, desde que essa pessoa não seja um político que supostamente enriqueceu de uma hora para outra de forma que seu salário como presidente não poderia arcar com tamanho luxo.

Publicidade
Publicidade

Além disso, para não haver nenhum problema o edifício não deve estar ligado com uma empreiteira investigada na Lava Jato e que por sinal, já teve vários administradores condenados pela justiça.

Lula é acusado de ser o dono de um tríplex, avaliado em quase R$2 milhões e que começou a ser construído pelo Bancoop, mas teve sua conclusão feita pela OAS. A Justiça acredita que o dinheiro de contratos da Petrobras tenha sido enviado para ‘paraísos fiscais’ e depois usado para erguer o prédio. A hipótese é de que o imóvel teria sido usado como uma ‘fachada’ para o repasse de propina a funcionários públicos.

Operação Zelotes

A princípio Lula era apenas um informante, mas logo se tornou investigado na operação que investiga a suposta compra de medidas provisórias que beneficiaram montadoras de veículos.

Publicidade

As MP teriam relação com as empresas que pagavam o filho de Lula.

Sitio em Atibaia

Embora Lula seja frequentador assíduo do sítio, a propriedade está registrada no nome de sócios de seu filho. Foi descoberto durante investigações que a ex-primeira dama, Marisa, comprou um barco para o sitio. Uma empresária contou durante depoimento que era dona de um depósito de materiais para construção que forneceu os materiais para a reforma milionária do sitio, afirmando que as notas fiscais ficaram em R$500 mil e que eram distribuídas entre várias empresas, incluindo a Odebrecht. Lula é suspeito de se beneficiar com a compensação da OAS e Odebrecht no sitio, inclusive, ocultando o patrimônio.

Até o presente momento, Lula está na condição de suspeito, logo, não há o que se falar em culpa. Caso as investigações e denúncias gerem um futuro julgamento que resulte na condenação de Lula, ele poderá ser preso e ter vários direitos cassados. Mas mesmo com as evidências e depoimentos polêmicos de ex-aliados, e de acordo com o que determina a lei brasileira, o ex-presidente é considerado inocente até que haja uma sentença transitada em julgado. #Investigação Criminal #Polícia Federal