O ex jogador, e atual Senador Romário (PSB-RJ), foi indiciado pelo jornal Extra de praticar nepotismo, ao contratar familiares e colegas para atuarem na Secretaria de Esporte e Lazer (Smel) na cidade do Rio de Janeiro. De acordo com o texto da reportagem, foram um total de 8 vagas disponibilizadas pelo ex atacante na secretaria para que pessoas ligadas a ele pudessem ocupar. Romário teria contratado inclusive sua atual companheira, Daiane Cattani que tem 27 anos de idade.

O baixinho ainda encaixou na Secretaria da Prefeitura, sua irmã, Zoraide Faria. Ela trabalha na Organização Social Espaço, Cidadania e Oportunidades Sociais (Ecos).

Publicidade
Publicidade

Atualmente ela administra a Vila Olímpica Oscar Schmidt. O vencimento que Zoraide recebeu por seu cargo não foi revelado.

A companheira de Romário, Daiane Cattani, teria sido contratada como adjunta na Prefeitura do Rio no começo do ano passado e deixou o cargo no começo deste ano. Para atuar na função, ela recebia um vencimento de quase R$ 1.500,00.

Com o mesmo salário da namorada, o sobrinho do Senador, Leonardo Faria, também ocupava o mesmo cargo da moça na Secretaria de Esportes do Rio.

Segundo o Jornal Extra, alguns colegas do ex jogador de Futebol também foram contratados na Prefeitura do Rio de Janeiro. Hércules de Souza Simões, junto com João Daniel Bove Gomes de Souza, além de Ayrton Gomes Jardim Júnior, Marcelo Correia Coutinho e Roberto Vilela de Abreu Pereira. Ambos recebendo vencimentos próximos a R$ 1.500,00

Segundo apurou a matéria, o Senador nomeou Marcos Braz para trabalhar na Secretaria de Esportes.

Publicidade

Com isso, Romário e o PMDB teriam feito um trato, que, em troca do cargo, o baixinho não seria candidato para ser prefeito do Rio.

Romário veio a público através de uma rede social e comentou as denúncias feitas pelo impresso. Romário escreveu que a matéria é mentirosa e que irá acionar a justiça contra o jornal Extra.

Romário disse que quem contrata os funcionários na Secretaria de Esportes, é o Secretário Braz, e que ele se limita a empregar pessoas apenas em seu setor de trabalho. O Senador desconhece qualquer trato feito com o PMDB e que sua irmã é funcionária no setor privado.

Romário ainda disse que não está namorando Daiane Cattani. #Famosos #Rio2016 #Corrupção no futebol