O ex-presidente Lula e sua mulher, Marisa Letícia, deverão depor nesta quarta-feira, dia 17, atendendo a uma convocação do Ministério Público. Ambos deverão prestar depoimento no Fórum de São Paulo, no processo que investiga a compra de um apartamento triplex na praia do Guarujá, além de supostas irregularidades na obra inacabada pelo extinto Bancoop e que foi transferida para a Construtora OAS, cujo ex-presidente, Léo Pinheiro, se encontra preso por conta da operação #Lava Jato.

Os depoimentos deverão ser tomados em separado. O depoimento de Luís Inácio #Lula da Silva, o Lula, está previsto para iniciar às 11 horas. Logo em seguida, o depoimento de Marisa Letícia deverá ser iniciado às 13 horas.

Publicidade
Publicidade

De acordo com informações prestadas pelo próprio Ministério Público por meio de sua assessoria, nesta fase, tanto Lula quanto Marisa não estão obrigados a comparecer ao fórum para prestar os depoimentos. Os advogados de defesa do casal também não confirmaram se o casal deverá comparecer pessoalmente para prestar as devidas informações perante a Justiça.

Além de Lula e esposa, deverão comparecer no mesmo dia e para o mesmo objetivo, o próprio Léo Pinheiro, ex-OAS, e o engenheiro Igor Pontes, responsável por supervisionar as obras no suposto apartamento de Lula. Ambos estão com depoimentos previstos para as 15 e 17 horas, respectivamente. 

A participação do engenheiro responsável pela reforma no imóvel ficou clara quando o mesmo presenciou, por mais de uma vez, a esposa de Lula acompanhada de seu filho mais velho, o Lulinha.

Publicidade

O presidente da OAS na época, Léo Pinheiro, também compareceu em companhia de ambos. De acordo com o depoimento do zelador do prédio, José Afonso Pinheiro, o engenheiro teria orientado o mesmo para dizer que o apartamento era de propriedade da OAS e não de Lula, e que nem o ex-presidente e nem a esposa nunca haviam estado no condomínio anteriormente.

Segundo as informações prestadas por Cássio Conserino, promotor de Justiça, o MP já reunira elementos suficientes para que o casal possa ser indiciado pelo crime de ocultação de patrimônio.  #PT