O #PT anunciou que sairá em defesa do ex-presidente #Lula. Para isto, o partido usará o espaço  a que tem direito dentro da propaganda eleitoral gratuita para tentar minimizar os ataques que o ex-presidente vem sofrendo ultimamente, por conta das investigações da operação #Lava Jato e de seus desdobramentos, como a Triplo-X.

A investida a favor de Lula terá como estrela principal o presidente do PT, Rui Falcão 

As gravações das primeiras inserções já foram gravadas. São vídeos de cerca de trinta segundos, que deverão ir ao ar a partir desta terça-feira, dia 02 e serão reproduzidas novamente na quinta-feira, dia 04, no sábado e terça de carnaval e ainda na quinta depois da quarta-feira de cinzas. 

Lula é vítima constante do preconceito e da intolerância

Na página do partido, Rui Falcão afirma que o ex-presidente é uma vítima constante do preconceito que sempre existiu em torno de sua imagem.

Publicidade
Publicidade

A isto ele atribui a perseguição sofrida constantemente pelo ex-líder petista. O presidente do PT afirma que as pessoas não vão esquecer o que Lula já fez para melhorar a vida do povo brasileiro, quando era presidente da República. De acordo com Rui, este sentimento faz com que o petista ocupe um lugar definitivo no coração de muitos brasileiros. No entanto, uma pequena minoria não aceita este fato. Nas conclusões do dirigente nacional do partido, mais uma vez a verdade vai prevalecer sobre a mentira.

A investida do PT ocorre em função das acusações sobre a compra do apartamento do Guarujá   

A estratégia do PT, ao sair em defesa de Lula, ocorre em meio às investigações que procuram descobrir se ele é o verdadeiro proprietário do apartamento do tipo triplex, na praia do Guarujá, litoral paulista.

Publicidade

Apesar de negar tal fato, o ex-presidente já admitiu que esteve no imóvel, acompanhado de sua esposa e do ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, com a intenção de comprá-lo. Entretanto, não concluiu a compra. Este fato foi reforçado pela assinatura de sua esposa Marisa Letícia de um documento que desistia do negócio.

Tanto Lula quanto Marisa foram intimados a depor no Ministério Público, na condição de investigados, a respeito do caso. Os depoimentos estão marcados para o próximo dia 17. O triplex faz parte de alguns dos imóveis da antiga Bancoop que, após falência, foram incorporados pela empresa de Léo Pinheiro, a OAS. A Justiça, através da operação Triplo-X, investiga se a empreiteira pagou propina através do condomínio.