O apresentador e editor-chefe do Jornal Nacional, principal noticiário da tv aberta brasileira, cometeu um ato falho ao ler a nota do Palácio do Planalto sobre os áudios vazados pelo juiz Sérgio Moro do grampo telefônico do ex-presidente #Lula na noite da última quarta-feira (16). Ao informar que a nota foi divulgada pela presidente Dilma, Bonner, em um momento de confusão, afirmou: “essa foi a nota divulgada pela presidente Fernando Henrique...”.

Após encerrar a nota assinada pela presidente se justificando e condenando o juiz Moro, Bonner se confundiu e errou o nome de Dilma, trocando pelo ex-presidente tucano, Fernando Henrique Cardoso.

Publicidade
Publicidade

Após a confusão, o âncora percebeu o erro no mesmo instante e consertou o ato falho, sem antes dar uma “risadinha” do erro.

Assista!

Áudios grampeados

O juiz que está liderando a Operação Lava Jato, Sérgio Moro, retirou na tarde desta quarta o sigilo das interceptações telefônicas que estavam sendo feitas do ex-presidente Lula. Em um dos áudios, Lula teve uma breve conversa com a presidente #Dilma Rousseff.

Na conversa, a presidente informa ao petista que um funcionário de seu gabinete irá ao seu encontro para lhe entregar o “termo de posse” – Lula foi nomeado como novo ministro da Casa Civil nesta quarta, a decisão já foi divulgada no Diário da União.

A oposição afirma que essa foi uma medida tomada pela presidente como forma de obstrução da Justiça, pois, com Lula como ministro, ele ganha Foro Privilegiado e passa a não responder mais a Sérgio Moro e sim ao STF.

Publicidade

O Governo afirma que o documento serviria apenas caso o ex-presidente não pudesse participar da cerimônia de posse que foi marcada para às 10h da manhã de quinta-feira (17).

Resumo do turbilhão do dia

Manhã

O ex-presidente Lula se reuniu com Dilma e aceitou o cargo de ministro chefe da Casa Civil, que até então era ocupado por Jaques Wagner. O ex-ministro da Casa Civil agora irá ocupar o cargo de chefe de gabinete da presidente.

Tarde

Lula é anunciado como novo ministro do Governo Dilma. Em resposta, a oposição afirma que entrará na Justiça para embargar a posse do novo ministro.

Noite

Moro derruba o sigilo e divulga os áudios do grampo de Lula. O Governo condena a atitude e afirma que foi uma atitude anticonstitucional. Manifestantes tomaram as ruas em diversas cidades. #PT