O atual ministro da Secretaria de #Governo, Ricardo Berzoini fez uma declaração polêmica ao se referir a possível volta de Lula ao governo ocupando um cargo de ministro, ele declarou: “qual time não gostaria de ter Pelé em campo?”.

A declaração foi feita nessa quarta-feira (09) numa conversa com jornalistas no Palácio do Planalto e deixou evidente a pressão que os petistas estão exercendo sobre #Lula para que ele assuma um ministério do governo. A comparação com aquele que é considerado como o melhor jogador de futebol de todos os tempos, Pelé, surgiu após uma pergunta feita por um jornalista sobre um possível desgaste no governo, caso a posse de Lula como ministro fosse concretizada.

Publicidade
Publicidade

Berzoini também deixou outra declaração no ar e disse que a bola sempre esteve com Lula

Ricardo Berzoini também declarou aos jornalistas que “a bola sempre esteve com ele” se referindo a Lula e que um cargo ministerial sempre esteve ao seu dispor, bastando apenas o próprio Lula decidir se aceitaria ou não ser ministro no governo Dilma Rousseff. “Sempre dependeu dele querer” afirmou Berzoini, “mas seria muito bom vê-lo como ministro”.

Possível ministério de Lula seria uma forma de conseguir foro privilegiado garantem especialistas

O ministério do Lula no governo Dilma nada mais seria como uma forma de conseguir foro privilegiado e de fugir da mira do juiz Sérgio Moro (condutor da operação #Lava Jato da Polícia Federal), já que quem possui essa titulação, somente responde ao STF (Superior Tribunal Federal) numa outra esfera jurídica, acima das atribuições de Moro.

Publicidade

Caso Lula aceite o cargo de ministro (que provavelmente será o de relações exteriores) seria uma demonstração clara e evidente de culpa.

O grande medo dos apoiadores de Lula é que a prisão do ex-presidente da república seja decretada nos próximos dias, dado o acúmulo de provas e evidências de culpabilidade investigadas pela Polícia Federal. Caso a prisão de Lula aconteça será um fato inédito nunca antes na história do Brasil um ex-presidente foi levado a prisão.