A novela '#Lula na mira da #Polícia Federal' continua nessa semana. Como foi confrontado, o ex-presidente conta com advogados para orientá-lo diante da atual situação e também para defendê-lo das acusações que têm 'sofrido'.

Sua defesa alegou que a tentativa de 'incriminá-lo', relacionando-o com a corrupção é apenas um atendimento à ambição pessoal dos envolvidos na Operação #Lava Jato. Os advogados de Lula afirmam que a condução coercitiva do petista foi ilegal e listam outras supostas irregularidades da operação.

As informações surgiram em resposta a nota divulgada pelo MPF do Paraná no sábado, 5, em que é esclarecido o que levou à condução de Lula na sexta-feira.

Publicidade
Publicidade

No mesmo dia que Lula foi conduzido para depor, outros dez mandados de condução coercitiva foram cumpridos pela PF, entretanto, segundo manifestações dos apoiadores do petista, só a de Lula foi 'ilegal', nada se falando sobre as demais conduções.

Após nota de Sérgio Moro, os defensores de Lula disseram que ocorreu uma 'grave afronta à liberdade de locomoção de um ex-presidente'. Lula e presidentes regionais do PT, bem como Rui Falcão, entoaram gritos de guerra nos últimos dias, convidando militantes para irem às ruas impedir uma suposta tentativa de golpe.

Desde dezembro de 2015 estão agendadas para dia 13 de março uma grande manifestação pedindo o impeachment de Dilma e condenação dos políticos envolvidos na corrupção. O evento também mostrará seu apoio ao juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato.

Publicidade

O problema é que militantes petistas estão organizando pela internet planos 'violentos' de irem para às ruas invadir os locais das manifestações pacíficas e 'acabar com a brincadeira dos golpistas'.

Teme-se que ocorra grande onda de violência no próximo domingo, por isso, desde já é recomendável que não se leve crianças e idosos às concentrações a fim de evitar algum possível tumulto com militantes que possam vir à feri-los. Nas últimas manifestações, pessoas que moravam próximas das concentrações chegaram a participar da caminhada com cães. Recomenda-se também que, por precaução, animais não sejam levados, mesmo que a concentração seja à poucos metros da residência da pessoa.

O próximo domingo pode entrar para a história como o maior grito de basta e mobilização nacional do Brasil, bem como pode ser marcado por brigas e violência generalizada. E você, qual dos dois resultados deseja para dia 13 de março? Deixe sua opinião com um comentário.