Dilma Rousseff falou nesta quinta-feira (3) que a batalha contra a corrupção é prioridade no seu #Governo. "Em governo algum houve confrontos tão duros e com tamanha eficácia contra a corrupção como no meu e se manterá dessa forma". Ela fez essa declaração mesmo após ter havido mudanças  no Ministério da Justiça, na Advocacia-Geral da República(AGU) e da Controladoria-Geral da União(CGU).

Ainda fala que " não estão investigando a corrupção por ela ter começado em seu governo, mas é porque ela está tendo mais liberdade e sem haver pressão por parte governista", e continua, "não infligimos bloqueios nem engavetamos arbitramentos".

Publicidade
Publicidade

Esse discurso se deu hoje durante as posses dos ministros  da Justiça, Wellington César, da AGU, José Eduardo Cardoso,e da CGU, Luiz Navarro de Brito, em uma cerimônia que ocorreu no Palácio do Planalto.

Foi explicado pela presidente #Dilma Rousseff, que o novo ministro da CGU, Luiz Navarro, conservará a entidade com comando rigoroso de desvio de conduta e um excelente uso do patrimônio público.

Luiz Navarro, novo ministro do CGU, terá ainda sob sua responsabilidade as combinações de leniência com instituições que estão passando por procedimentos de apurações. A presidente ainda falou que quer que os responsáveis paguem pelos crimes, mas que as empresas continuem e permaneçam  a gerar renda e empregos no Brasil. Condenar responsáveis pelos seus crimes  não quer dizer que teremos que destruir empresas, apenas que paguem os que devem, confirmou Dilma Rousseff.

Publicidade

Conforme a presidente da República, Dilma Rousseff,  essas trocas de comando que houve não afetará de forma alguma a importância que essas empresas representam e desempenham no governo."São e serão empresas do estado, conscientes dos seus deveres, e da incumbência de manter vínculos corretos com as organizações que a elas são subordinadas".

Ao empossar seus novos ministros a presidente Dilma Rousseff aproveitou para desabafar sobre as acusações de corrupção e lembrar, segundo a mesma, que esteve e sempre estará na luta contra a corrupção.