Edward Snowden criticou o fato de #Dilma Rousseff, presidente do Brasil, vivendo uma grande crise, realizar chamadas telefônicas não criptografadas. O ex-consultor da NSA - Agência de Segurança Nacional - chegou a lembrar quando, em 2013, a presidente foi alvo de escuta do governo americana.

Nesta quinta-feira (17), Edward Snowden postou uma mensagem em sua conta no Twitter ironizando o grampo telefônico que flagrou conversas de Lula com Dilma. Snowden mal podia acreditar que, depois de ter sido vítima de escutas, há 3 anos, ela não procurou melhorar a segurança de suas comunicações. Ele ainda postou uma colagem que traz a manchete de setembro de 2013, quando Dilma ficou sabendo das escutas realizadas pelos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

"Going dark" é uma expressão utilizada que significa "ficando no escuro" e sempre é usada quando se trata de criptografia. O juiz Sérgio Moro liberou todas as conversas gravadas pela Polícia Federal, inclusive o diálogo entre Luiz Inácio #Lula da Silva e a presidente Dilma.

Na época em que foi descoberto o grampo telefônico realizado pelos Estados Unidos criou-se um grande embaraço diplomático entre os dois países e Dilma fez um discurso muito duro, na Organização das Nações Unidas, criticando a espionagem americana. Snowden elogiou a forma como Dilma agiu por ter sido dura com o governo dos Estados Unidos e, justamente por isso, a criticou agora, pois pensou que ela tomaria todas as providências para que tal fato jamais voltasse a acontecer.

Publicidade

A conversa entre Dilma e Lula ganhou uma ampla cobertura da mídia e se tornou o assunto mais comentado nas redes sociais, além de provocar protestos por todo o país.

Lula, que chegou a ser empossado como Ministro da Casa Civil e passou a ter foro privilegiado, teve a posse suspensa.

A decisão veio da Justiça Federal de Brasília, suspendendo o ato de nomeação do ex-presidente Lula para a Casa Civil. Quem assinou foi o juiz da 4ª Vara Federal, que está suspeitando de que houve crime de responsabilidade por parte da presidente.

Usar criptografia nas comunicações é uma forma de proteger as conversas que são transmitidas em códigos e assim, caso forem interceptadas, não irão revelar seus conteúdos. #Lava Jato