Na última segunda-feira, 7, #Dilma Rousseff se reuniu com alguns ministros para discutir a matéria publicada na revista ‘Isto É’ da semana passada, em que uma reportagem especial afirma que Delcídio citou Dilma e Lula em depoimento de sua delação premiada.

A matéria logo ganhou os principais noticiários, tornando-se um dos assuntos mais falados do dia pela mídia e por internautas de diferentes redes sociais. Segundo matéria publicada no jornal ‘A Folha de S. Paulo’, Dilma ficou visivelmente irritada com a publicação, alegando que se tratam de informações falsas e que deviam ser tratadas como crime, pois não condizem com a verdade.

Publicidade
Publicidade

Ainda segundo a publicação do jornal, durante a conversa Dilma chegou a ficar muito irritada, referindo-se ao ex-chefe de seu governo, Delcidio de Amaral, como um ‘filho da p...’. Sua principal irritação foi com a suposta delação de Delcídio em que o mesmo afirmou que a presidente do Brasil sabia do contrato da refinaria de Pasadena, que custou quase um bilhão de dólares.

Deputada queima o filme de #Lula

Após a matéria da ‘Isto É’ e a condução coercitiva do ex-presidente para depor à Sérgio Moro, a deputada Jandira Feghali, do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) acabou constrangendo Lula em uma explicita tentativa de apoiá-lo. A mesma divulgou um vídeo rápido na internet em que aparecia falando que Lula estava conversando com Dilma e que em seguida faria uma entrevista coletiva.

Lula aparecia ao fundo da tela falando ao telefone muito exaltado, chegando a dizer ‘Eles que enfiem no c... o processo inteiro’.

Publicidade

Não demorou muito e o vídeo se tornou viral e a deputada ficou constrangida, pois ninguém mais prestou atenção em suas palavras de defesa, apenas em Lula.

O vídeo foi baixado e republicado por dezenas de internautas e meios de comunicação, tornando impossível a comunista ‘apagar’ o seu erro da internet. Ainda assim, continuou apoiando o petista, trocando a foto de sua página no Facebook por uma foto de Lula.

Se você não viu ou quer ver novamente o vídeo da exaltação de Lula, clique aqui. #Lava Jato