O trabalho brilhante desempenhado pelo juiz federal Sérgio Fernando Moro, comandante da Operação #Lava Jato, da #Polícia Federal, lhe rendeu uma homenagem especial na Câmara Municipal da cidade de Maringá, na região norte do Paraná. A homenagem foi direcionada à sua mãe, Odete Moro, em razão do Dia Internacional da Mulher, nesta terça-feira (8). O reconhecimento da população ao trabalho do juiz paranaense e seu enorme apoio nos mais diversos segmentos da sociedade civil, o tornam uma grande celebridade em todos os lugares em que frequenta. Dessa vez, em sua cidade natal, Maringá, no Paraná. Em evento realizado na Câmara Municipal, os 15 vereadores da cidade escolheram para homenagem, mulheres que se destacam ou atuaram em prol do município paranaense e de sua população.

Publicidade
Publicidade

Odete Moro, mãe do juiz chefe da Lava Jato, foi indicada pelo vereador Ulisses Maia (PDT). 

Odete, de 70 anos de idade, realiza de modo atuante trabalho social em grupos assistenciais da igreja católica na cidade. É também professora aposentada de língua portuguesa na rede estadual de ensino. Durante a proclamação da homenagem à mãe do juiz Moro, cerca de 30 pessoas ligadas ao PT, tentaram se manifestar com gritos de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, porém, os aplausos se intensificaram implacavelmente à homenageada, sufocando os atos de petistas presentes no evento. Em razão da tentativa ineficaz de correligionários ligados ao PT, de constranger o juiz Moro, o presidente da casa legislativa, Chico Caiana (PTB) pediu respeito a todos os presentes, solicitando que manifestações contrárias fossem interrompidas e lembrou que o evento era de caráter comemorativo, em razão do Dia Internacional da Mulher.

Publicidade

Trabalho reconhecido

O reconhecimento de todo o trabalho social desenvolvido pela mãe do juiz Sérgio Moro, em Maringá, no Paraná, é destacado também devido à sua atuação como mãe, de acordo com o vereador pedetista Ulisses Maia: "o caráter do juiz Sérgio Moro foi forjado por esta mulher", disse o vereador, condenando o ato praticado por setores ligados à CUT e ao PT, além de destacar que eles estavam no local errado para este tipo de manifestação. Ainda de acordo com as afirmações de Maia, apesar da manifestação de petistas "destoar" do clima de homenagens, eles acabaram sendo suplantados por "centenas de pessoas que aplaudiram entusiasticamente a mãe do juiz", em suas declarações. O evento continha mais de 300 pessoas em suas dependências. #Governo