Os procuradores já têm evidências suficientes para provarem que o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva recebeu vários repasses que vieram de empresas que estão sendo investigadas na "Operação #Lava Jato". Estes repasses foram feitos através do sítio em Atibaia, do tríplex no Guarujá e também de doações e palestras feitas por ele.

O Ministério Público Federal está apontando Lula como sendo a pessoa que mais se beneficiou de toda a #Corrupção que se instalou na Petrobras e assim está tendo como autorizar as buscas, apreensões e até mesmo conduções coercitivas com o início da 24ª fase da "Lava Jato".

Lula está sendo conduzido por agentes da Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (04) para depor, pois agora está sendo investigado por lavagem de dinheiro e corrupção, através dos pagamentos realizados por empresários e também pelo pecuarista José Carlos Bumlai, além das construtoras OAS, Odebrecht e até algumas pessoas associadas.

Publicidade
Publicidade

Os procuradores já afirmaram que Lula recebeu uma série de repasses vindos do "petrolão", usando a reforma de seu tríplex, o sítio e até armazenagem de bens em uma transportadora. Estarão sendo apurados também os pagamentos que o ex-presidente recebeu por empresas investigadas na "Lava Jato". Estes pagamentos, na época, foram realizados através de doações.

"O ex-presidente Lula foi um dos principais beneficiários dos delitos", diz parte da nota que o MPF divulgou à imprensa. O Instituto Lula já está preparando uma nota de repúdio a toda esta operação que vem sendo realizada contra o ex-presidente do Brasil.

Os responsáveis pela força-tarefa informaram que até as pessoas ilustres e de grande poder podem estar "sujeitas ao escrutínio judicial" quando houver suspeita com bases legais.

Nas 23 fases da "Lava Jato", avolumaram-se uma série de evidências a respeito do dinheiro desviado da Petrobras e entre os suspeitos encontra-se o ex-presidente e isto precisa ser verificado, pois estas evidências apontam que em 2014, Lula teria recebido cerca de R$ 1 milhão da OAS e isto é só uma das muitas investigações que serão feitas envolvendo o líder do PT.

Publicidade