O ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva, foi denunciado nesta quarta-feira (9) ,pelo Ministério Público de São Paulo, por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. De acordo com o portal de notícias G1, o promotor Cassio Conserino, entrou com queixa crime contra Lula na 4ª Vara Criminal do Fórum da Barra Funda.

Lula é denunciado pelo Ministério Público de São Paulo, saibam mais aqui

O ex-presidente Lula foi denunciado pelos seguintes crimes, lavagem de dinheiro, estelionato, falsidade ideológica e organização criminosa, no caso da suposta compra do tríplex na cidade do Guarujá em São paulo.

Além de Lula, mais quinze pessoas foram denunciadas, entre elas estão, a Sra.

Publicidade
Publicidade

Marisa Letícia - ex-primeira dama, e um dos filhos do ex-presidente, Fábio Luis Lula da Silva, por serem beneficiários do tríplex. 

O Ministério Público de São Paulo, vem investigando supostas irregularidades na construção e venda de imóveis do Condomínio Solaris. Pelo menos 100 pessoas já foram arroladas e ouvidas nas investigações sobre a compra do tríplex, entre eles, funcionários do prédio, corretores de imóveis e moradores do condomínio. 

Os promotores já vinham investigando as suspeitas de que a Construtora OAS, havia reservado o apartamento para Lula e sua família. Porém é preciso ressaltar que a investigação do Ministério Público de São Paulo, corre paralela a Operação #Lava Jato, que na 22ª Fase também investiga a possível compra do apartamento em Guarulhos pelo ex-presidente.

O MP-SP, também investiga os possíveis crimes cometidos pela Bancoop - Cooperativa dos Bancários, que posteriormente passaram a ser de responsabilidade da Construtora OAS.

Publicidade

O Instituto Lula rebate as acusações

Mais uma vez o Instituto Lula vem a público rebater as acusações contra o ex-presidente e sua família. O Instituto Lula nega que o Sr. Luiz Inácio Lula da Silva, ou algum membro de sua família seja dono do tríplex no Condomínio Solaris em Guarujá.

Ainda de acordo com o Instituto Lula, Marisa e Lula avaliaram o apartamento no Guarujá e chegaram a conclusão de que o imóvel não se adequava as necessidades da família e declinaram da compra do imóvel. #Corrupção