Aqui no Brasil o clima está tenso, o país parece não ter um rumo, não ter quem indique o caminho a ser seguido, pois lá em Brasília os políticos estão preocupados em sobreviverem a esta crise que vai atingindo a todos. Dilma está sendo ameaçada pelo impeachment, PMDB abandona o PT e uma série de outros fatos vão acontecendo e sendo acompanhados de perto pelos brasileiros, afinal, são decisões que definirão o destino do país.

Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, também atravessa um momento delicado, com várias acusações contra ele e também sendo ameaçado de ser afastado ou até mesmo preso, de acordo com o desenrolar das investigações, mas a mulher do deputado, Cláudia Cruz, não está se importando com nada disto e mantém o foco é em andar sempre na moda.

Publicidade
Publicidade

De acordo com as investigações da "Lava Jato", a mulher de #Eduardo Cunha gastou mais de R$ 64 mil em apenas 3 dias em uma viagem que fez a Paris e a Polícia Federal revela que este dinheiro é proveniente da lavagem de dinheiro do marido.

A PF revelou dados que mostram a fatura do cartão de crédito de Cláudia Cruz, deixando claro que ela é apaixonada pelas grifes mais famosas do mundo e tomou um verdadeiro "banho de loja" em Paris para chegar ao Brasil bem chique.

A mulher de Cunha fez compras na Chanel e Charvet, Balenciaga, Christian Dior e outras marcas de sucesso.

Se um trabalhador brasileiro recebe um salário de R$ 1.777,00 ele precisará trabalhar 3 anos para ter no final o total de R$ 63.972,00. A mulher de Cunha gastou mais que isso em apenas 3 dias.

É até difícil para boa parte dos brasileiros imaginar como alguém consegue gastar tanto dinheiro em tão pouco tempo, mas é bom lembrarmos que nestas lojas em Paris encontram-se os artigos femininos mais caros do mundo, por exemplo, uma bolsa Timeless está custando cerca de R$ 17 mil e um simples calçado escarpin chega a quase R$ 3 mil.

Publicidade

Um simples óculos escuro ultrapassa os R$ 1.100,00 enquanto um top básico beira os R$ 5 mil.

Comprando nestas lojas vemos que R$ 64 mil é realmente pouco, mas esta não é a realidade da grande maioria dos brasileiros que seguem atentos aos últimos acontecimentos políticos no país, torcendo para que a #Corrupção possa um dia ter fim. #Crise no Brasil