O PMDB e o PSDB devem justificar para o Supremo Tribunal Federal - STF, os repasses que constam na lista divulgada pela empreiteira Odebrecht. Com a lista da Odebrecht em mãos é fácil fazer comparações através do site do Supremo Tribunal Eleitoral - STE.

Ao analisar o valor declarado pelo partido como recebimento de doações para a campanha de 2010, vemos uma diferença enorme nos valores declarados em comparação com os valores divulgados pela empreiteira. 

PMDB e PSDB declaram valores incompatíveis

Segundo os dados do STE, o PMDB declarou ter recebido da empresa, a quantia de 400 mil reais. Na lista divulgada pela Odebrecht, o partido recebeu a quantia de cerca de 6,3 milhões, uma diferença milionária.

Publicidade
Publicidade

Já o PSDB, declarou ter recebido da empreiteira Odebrecht a quantia de 2,7 milhões, e segundo a lista divulgada, foram repassados quase cinco milhões. Os dois partidos defendem o #Impeachment da presidenta Dilma Rousseff do PT.

PT recebeu menos do que declarou da empreiteira

O Partido dos Trabalhadores também recebeu doações da Odebrecht, assim como outros mais de 20 partidos. Ao comparar os dados divulgados pelo partido em 2010 e a lista divulgada pela empreiteira, o partido declarou 2,6 milhões. Contrário ao PMDB e o PSDB, o PT recebeu menos do que declarou, na lista, o total repassado para o partido corresponde a 2, 264 milhões.

O combate a corrupção no Brasil ganha novos desfechos a cada dia no cenário político e econômico do país. Após o acordo que resultou a delação premiada dos empreiteiros da Odebrecht, uma lista com mais de 300 políticos foi divulgada pela Operação Lava-Jato.

Publicidade

Rapidamente o juiz Sérgio Moro, responsável pelas investigações, pediu sigilo do documento. O pedido tardio, não pode evitar que dezenas de milhares de pessoas tivessem acesso as planilhas que envolvem mais de vinte partidos políticos, tanto da base governista, quanto da oposição. Resta agora aguardar os próximos desfechos dessa investigação, esperar a apuração da lista com mais de 300 nomes e declarar a ilegalidade dos repasses.

Nota: A notícia é baseada em dados montados em uma planilha, elaborada por Thais Moya, que cruzou os dados do listão da empreiteira com as contas oficiais do TSE. A divulgação da mesma foi feita pelo NINJA, uma rede descentralizada de mídia de esquerda. A plataforma atualiza os leitores sobre todos as notícias que circulam, independente de partido, mas o que é divulgado não representa, em nenhum momento, a opinião do site. #Manifestação #Lava Jato