A presidente da República #Dilma Rousseff (PT) reuniu na última quarta-feira, 23, os sete ministros do PMDB, numa clara tentativa de impedir a debandada dos peemedebistas com o provável rompimento do partido com o #Governo Federal.

Dilma já havia tentado, sem sucesso, adiar a reunião da sigla, que vai acontecer no próximo dia 29. No encontro, os políticos membros do PMDB, de todo o Brasil, vão votar sobre se o partido deve permanecer ou não ao lado do governo.

No encontro com os ministros peemedebistas, Dilma Rousseff solicitou apoio para barrar a saída do PMDB do Palácio do Planalto. Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, todos os ministros do PMDB demonstraram apoio a presidente e afirmaram que vão tentar manter a sigla como aliada do PT em Brasília.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a ministra da Agricultura, a peemedebista Kátia Abreu, os aliados governistas dentro do PMDB ainda são maioria, mesmo com a crise na relação entre os dois partidos. Segundo a ministra, pelo menos 79 votos estariam garantidos a favor da permanência da sigla junto ao governo, o que já garantiria a vitória na votação da próxima terça-feira. #Crise no Brasil