Na noite desta quinta-feira (24), membros do Movimento dos Sem Terra (MST) e Central Única dos Trabalhadores (CUT), órgãos tradicionalmente ligados ao Partido dos Trabalhadores (#PT), fizeram uma manifestação a favor do governo federal e contra a possibilidade do processo de impeachment. Os manifestantes se concentraram no Largo da Batata, na Zona Oeste de São Paulo.

Segundo a contagem da Polícia Militar, aproximadamente 17 mil pessoas presenciaram a manifestação. Já, no entanto, na avaliação dos organizadores, o público ultrapassou a casa dos 30 mil. O título do ato era: "Em defesa da democracia: a saída é pela esquerda".

Publicidade
Publicidade

Rui Falcão, presidente do PT, fez um breve discurso e fez a opção de não citar nominalmente a palavra "impeachment". A maioria dos oradores presentes seguiram essa linha. Falcão tratou esse processo em curso na Câmara dos Deputados como "golpe contra o povo e trabalhadores".

"Com mobilização social e muita luta, nós seremos capazes de barrar o golpe. Contra o grande capital e contra a mídia manipuladora", sintetizou o presidente da sigla. #Lula #Dilma Rousseff