O republicano de origem latina Ted Cruz reacendeu a disputa interna do partido nos últimos dias, ao ganhar duas prévias contra seu concorrente direto Donald Trump, na corrida para a presidência dos Estados Unidos. Com duas vitórias no último sábado (5), nos estados do Kansas e Maine, o pré-candidato dividiu as atenções exatamente contra seu principal e polêmico adversário, que levou e melhor na Louisiana e no Kentucky. Nesta terça-feira, Cruz e Trump têm um dia decisivo nas prévias de Michigan, Mississipi, Havaí e Idaho.

Apesar de continuar liderando a disputa como pré-candidato pelo Partido Republicano, para a presidência dos Estados Unidos, o magnata Donald Trump vê o senador do Texas ganhar pontos em estados em que não era considerado favorito.

Publicidade
Publicidade

Além disso, o também pré-candidato Marco Rubio não tem conseguido se consolidar na vice-liderança ao lado de Cruz - principalmente por não ter vencido em nenhum dos quatro estados no sábado. Os republicanos vinham tentando depositar suas fichas em Rubio, já que o perfil de Trump não agrada ao principais dirigentes do partido. Rafael Edward "Ted" Cruz, por sua vez, surge como a opção de quem tem ojeriza por Trump.

Partido Democrata

Já entre os democratas, o veterano Bernie Sanders conseguiu se aproximar da favorita Hillary Clinton nas prévias deste fim de semana. O senador por Vermont superou a favorita do partido no Kansas e em Nebraska. Hillary Clinton, por sua vez, respondeu com o triunfo na Louisiana. Neste domingo, os democratas escolhem seu candidato favorito no estado do Maine, ao passo que os republicados votam em Porto Rico.

Publicidade

A ex-secretária de Estado, entretanto, segue com maior número de delegados, o que é o exigido para que seja a escolhida pelos democratas. Hillary contabiliza em seu colégio eleitoral 1.114 delegados, bem à frente de Sanders, cuja soma é de 469. O vencedor precisa de 2.383 delegados para ficar com a indicação do Partido Democrata.

As convenções nacionais de julho sacramentam os candidatos de ambos os partidos, que vão concorrer na eleição presidencial dos #EUA, agendada para o dia 8 de novembro, para a sucessão do democrata Barack Obama, que está no final de seu segundo mandato. A tendência até o momento é que Trump enfrente Hillary Clinton pelo posto na Casa Branca, com a ex-primeira dama como favorita. #Famosos #Eleições 2016