De acordo com o placar do jornal O Estado de São Paulo, apenas quatro dos 20 membros indicados para a comissão especial do #Impeachment da presidente da República #Dilma Rousseff, no Senado Federal, são contrários ao afastamento da petista do comando do Palácio do Planalto. Ainda segundo os cálculos divulgados pelo “Estadão”, 14 membros se declaram totalmente a favor do impeachment de Dilma e apenas dois parlamentares se colocam como indecisos.

Os indecisos são: o senador Wellington Fagundes (PR do Mato Grosso), e o presidente da comissão, Raimundo Lira (PMDB da Paraíba). Os quatro senadores membros da comissão especial que se declaram contra o impeachment de Dilma Rousseff são: os petistas Lindbergh Farias (Rio de Janeiro), Gleisi Hoffmann (Rio Grande do Sul) e José Pimentel (Ceará), além da senadora Vanessa Grazziotin (PC do B do Amazonas).

Publicidade
Publicidade

Dentre os 14 senadores membros da comissão, que apoiam o impeachment da presidente da República, tem destaque o nome de Antonio Anastasia (PSDB de Minas Gerais), que será, inclusive, o relator, responsável pelo parecer final sobre o pedido de afastamento de Dilma Rousseff. #Crise-de-governo