Ao que tudo indica a polêmica causada pela reportagem da revista Veja, que descreve a esposa de Michel Temer, como "Bela, Recatada e do Lar", ainda está longe de acabar.

Logo depois que a matéria chegou ao conhecimento do público, uma enxurrada de críticas, comentários e até mesmo palavras de indignação, invadiu as redes sociais e chegou aos Top Trends do Brasil.

De acordo com o jornal Extra, na tarde da última quarta-feira (27), um grupo de mulheres intituladas "Belas, recatadas e do lar", fizeram um protesto, seminuas, pedindo a cassação de Eduardo Cunha e Jair Bolsonaro. Saibam mais aqui e vejam as imagens na galeria de fotos.

Publicidade
Publicidade

"Ato das mulheres, belas, recatadas e do lar"

Um grupo de mulheres, fez um protesto em frente a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), na tarde de quarta-feira. O ato recebeu o nome de "mulheres belas, recatadas e do lar", em alusão a reportagem feita pela revista Veja, onde enaltece as 'qualidades' de Marcela Temer, esposa do vice presidente do Brasil.

Durante o protestos as mulheres empunhavam cartazes com palavras de ordem, como por exemplo, "fora Cunha", "fora Bolsanoro" e "fora Pedro Paulo". Pedro Paulo Carvalho é o Secretário de Governo do Rio de Janeiro.

Impeachment, aborto e Jean Willys

O ato também foi contra o processo de impeachment da presidente #Dilma Rousseff, que está tramitando no Senado. Elas também pediam a legalização do aborto, afirmando que milhares de mulheres fazem abortos todos os anos, em clínicas clandestinas, colocando suas vidas em risco.

Publicidade

Cartazes em apoio ao deputado federal Jean Willys, que deu uma cusparada em Jair Bolsonaro, no dia da votação do processo de impeachment na Câmara de deputados, em Brasília, também foram exibidos.

Além de pedirem a cassação de Bolsonaro, elas também incentivavam as pessoas que passavam pelo local à cuspir nas fotos do deputado do PSC - RJ.

O ato aconteceu nas escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e chamou muita atenção, principalmente pela maneira que algumas manifestantes estavam vestidas. O protesto foi pacífico e sem incidentes. #Manifestação #Crise-de-governo