A segunda fase do processo de #Impeachment da presidente #Dilma Rousseff parece que acontecerá em breve. Nesta terça-feira (26), o senado votou a comissão que encaminhará para a votação, o processo de impeachment no senado. O senador Antônio Anastasia do PSDB foi escolhido por cinco votos a contra para ser o relator do processo que poderá afastar Dilma Rousseff da presidência por 180 dias.

Senado escolhe Anastasia como relator do processo de impeachment na casa

Depois de mais de duas horas de intensos discursos o Senado acabou por confirmar a presença do senador de Minas Gerais, Antônio Anastasia (PSDB) para ser o relator do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. 

Anastasia é um fiel escudeiro do também senador Aécio Neves, que o elegeu por dois mandatos em Minas Gerais como governador, dando sucessividade ao trabalho de Aécio Neves em Minas.

Publicidade
Publicidade

O senador é abertamente a favor do processo de impeachment e foi eleito com cinco votos a favor, que veio da bancada do PT e do PCdoB no senado.

Senado decidirá o futuro da presidente Dilma Rousseff

A votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff deverá acontecer até o da 18 de maio no senado. O presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB) é contra o processo de impeachment e um apoiador assumido do governo da presidente. Renan já reuniu diversas vezes com Lula e Dilma em busca de conseguir votos para barrar o impeachment.

Diferente da câmara dos deputados, no senado o impeachment precisa de maioria simples para ser aprovado. Para que Dilma seja afastada, é necessário apenas metade dos senadores mais um votar a favor do impeachment para que Dilma seja afastada por seis meses.

Publicidade

A apreensão da votação é grande tendo em vista que a maioria da bancada no senado é da oposição e deverá votar a favor do processo de impeachment. Depois de afastada, Dilma terá 180 dias para provar sua inocência e retornar a presidência. O clima é de tensão por todos os lados, sejam de apoiadores ou contra o impeachment, os brasileiros demonstram completa insatisfação com o cenário político atual. #Crise-de-governo