Na reta final da votação que poderá definir ou não o seu afastamento, #Dilma Rousseff trabalha para aprovar medidas que serão contabilizadas a favor do seu #Governo. Uma das medidas mais imediatas será o reajuste do Bolsa Família. Além disto, serão disponibilizados a liberação de recursos para obras a aliados, além da implantação de novos programas sociais. Com esta estratégia, o governo busca neutralizar o efeito Temer, que começa a ser sentido, principalmente, na ala de parlamentares que já conta como certo o afastamento da presidente

Dilma já considera seu afastamento temporário e busca estratégias para a defesa de seu governo

A presidente já considera o fato de ser afastada depois da votação no Senado.

Publicidade
Publicidade

A partir disto, ela trabalha a todo vapor para que, projetos antes engavetados, possam sair do papel. Com isto, Dilma vai liberar recursos para que aliados políticos possam tocar projetos em suas regiões. A intenção principal do governo seria não dar espaço a um possível governo Temer de se firmar como um mandato mais eficiente que o atual. Isto, por que seu sucessor poderia se apropriar de iniciativas já elaboradas no comando atual. A outra preocupação do Planalto seria não deixar transparecer a imagem de uma gestão desorganizada e incompetente.

O Bolsa Família será o principal alvo do Governo Dilma

Apesar de constar no orçamento deste ano, o reajuste do valor do Bolsa Família será feito acima da inflação nos próximos dias. A previsão é que serão gastos a quantia de R$ 1 bilhão de reais.

Publicidade

De acordo com José Guimarães, líder do PT, o governo busca lutar em duas frentes. A primeira seria contra o que eles chamam de "golpe" e o possível afastamento de Dilma e a outra, o curto prazo de tempo para a liberação de recursos em um ano eleitoral. Mais uma vez, o líder do governo defendeu a tese de que o impeachment corre sem nenhuma base legal que justifique a sua tramitação.

Quais os projetos e obras que o governo quer agilizar?

No campo dos novos projetos, Dilma pretende lançar programas de agricultura familiar e o Plano Safra, nos dias 3 e 4 de maio próximos.

Dilma já iniciou o processo de demarcação de terras indígenas, conforme foi anunciado pelo ministro da Justiça, Eugênio Aragão, em evento do Conselho Nacional de Política Indígena.

Com relação às obras, serão lançadas as licitações para a ampliação de reforma de aeroportos das seguintes cidades: Florianópolis, Fortaleza, Porto Alegre e Salvador. Além disto, Dilma deverá expedir mais concessões de portos e no campo tributário, deverão ser feitas mudanças na arrecadação pelo Supersimples.

Publicidade

A presidente deverá realizar, nos próximos dias, a entrega de mais imóveis pelo programa Minha Casa Minha Vida, no estado do Pará.

O ministro da Justiça também anunciou que deverá aprovar o orçamento de modo integral para a Polícia Federal (PF), além de estudar medidas que visem dar mais autonomia ao órgão. A intenção é que um possível governo Temer venha interferir no trabalho realizado pelos policiais federais, caso ele assuma após o afastamento de Dilma ser aprovado no Senado. #Bolsa Familia