O ex-deputado Roberto Jefferson está disposto a ingressar no mundo da política novamente e, por consequência, assumir a presidência do partido ao qual é filiado, o PTB. Ele entrará na presidência e substituirá a própria filha, a deputada Cristiane Brasil que atualmente detém o cargo.

O retorno do polêmico político já tem data para acontecer, será no dia 14 de abril, já que o mesmo conseguiu na justiça o perdão de sua pena (após acordo de delação premiada) contra os processos de #Corrupção ao qual foi condenado. Ele ficou conhecido nacionalmente pelo envolvimento no esquema de corrupção conhecido como “mensalão”.

E parece que Roberto Jeferson não mudou seu estilo polêmico e provocador a ao que parece seu veneno está mais perigoso do que nunca.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao jornal Estadão, ele falou o que pensa em relação à situação política do país, criticou ferozmente #Lula e fez questão de atacar o seu principal desafeto no momento, o presidente da Câmara dos Deputados, #Eduardo Cunha.

Confira algumas declarações polêmicas de Roberto Jefferson na entrevista publicada nessa sexta-feira (01):

Jefferson afirmou que Eduardo Cunha é o “bandido” que ele mais gosta e está a altura de Lula

Roberto Jefferson afirmou que Eduardo Cunha (PMDB) é o “bandido” que ele mais gosta e admira na política brasileira e que sua destreza para atuar como “bandido” está à altura de outro “bandido”, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Lula jamais imaginou encontrar um “bandido” com a mesma capacidade intelectual e moral que ele. Dudu é o bandido que eu mais gosto, é o vilão da novela, eu torço por ele”.

Publicidade

 Afirmou que a mulher e a filha de Cunha vão sofrer na cadeia e isso o preocupa muito

Jefferson também atacou a mulher e as filhas de Eduardo Cunha e afirmou que as mesmas vão sofrer quando estiverem na cadeia.

“São mulheres bonitas e cheirosas que vão ser assediadas por companheiras de cela, vão apanhar na cara e se denunciarem, vão apanhar de novo”.

Roberto Jefferson criticou a atitude de Cunha de envolver a mulher e a filha no esquema de corrupção e afirmou que essa a principal preocupação dele.

“O cara tem gastos milionários com cartão de crédito, tem 20 contas no exterior que nunca declarou. Ele não pode permitir que a filha e a esposa se envolvessem com isso, essa é a minha preocupação”.

Em relação a Lula, ele afirmou que “não irá escapar”

Perguntado se haverá prisões na operação Lava Jato como houve no “mensalão”, Jefferson afirmou que pensa que Lula não irá escapar da prisão porque as investigações chegaram a ante sala dele, a Casa Civil.

Afirmou que a Lava Jato é diferente do Mensalão

Disse também que a Lava Jato é diferente do Mensalão porque não nasceu de um denunciante (ele mesmo) como foi o caso do mensalão, nasceu de investigações que afetam a todos os políticos inclusive a oposição que segundo ele, também está em silêncio porque certamente também participou do esquema de corrupção com as empreiteiras.

Publicidade

Roberto Jefferson ingressará na política agora com 62 anos após se tratar de um câncer de pâncreas. Quando assumir a presidência do PTB ele se posicionará a favor do impeachment de Dilma Rousseff.