Neste domingo (17), o Brasil vai parar para acompanhar a votação do impeachment contra #Dilma Rousseff e o resultado da votação deverá ser divulgado no máximo até às 21 horas. Quem fez esta previsão foi o próprio presidente da Câmara, #Eduardo Cunha, que em entrevista coletiva, comentou sobre o fim da votação. O peemedebista acredita que o processo terá uma duração de 4 horas, sendo que cada um dos 513 deputados gasta em média 30 segundos para votar.

Apesar da previsão de Cunha, o fim da votação poderá demorar bem mais, pois sempre há aqueles deputados que demoram um pouco mais para registrar o seu voto. E é importante lembrarmos que terá a segunda chamada dos deputados que não comparecerem, sem contar o tempo gasto até o microfone.

Publicidade
Publicidade

O presidente da Câmara fez questão de somar tudo isto e a partir daí é que estipulou o tempo previsto para que a votação seja concluída e com precisão garantiu: "4 horas e 16 minutos".

O peemedebista também informou que o colégio de líderes optou por não realizar nenhum tipo de entendimento a respeito das finalizações das sessões e que tem a questão do tempo gasto para a discussão entre os partidos, que é de 1 hora destinada a cada legenda e este tempo não tem como ser diminuído, mas deverá haver um ajuste no tempo de debate dos deputados já definidos, no caso de ser aprovado o requerimento que define a discussão.

Uma das preocupações para este domingo é em relação à segurança e várias medidas já foram tomadas, entre elas a restrição do acesso ao plenário e também ao Salão Verde. Telões do lado de fora já estão sendo instalados para que aqueles que comparecerem ao local possam acompanhar tudo ao vivo.

Publicidade

Os trabalhos terão início na sexta-feira (15) e os autores da denúncia terão seu espaço, assim como a defesa e cada um terá 25 minutos para expor seu ponto de vista. Após os dois pronunciamentos, os partidos com representação na Casa terão uma hora para debaterem o assunto. E esta discussão poderá acabar somente no sábado (16) e é neste dia que os líderes terão o espaço para falarem em nome de sua bancada.

No domingo (17), a previsão é que a sessão comece às 14 horas e se tudo sair conforme Eduardo Cunha calculou, às 21 horas o Brasil já saberá o resultado. #Impeachment