Como já era esperado por jornalistas e demais especialistas em política no país, a divulgação do áudio do vice-presidente da República #Michel Temer (PMDB) está dando ainda muito o quê falar.

De acordo com nota divulgada pelo Palácio do Planalto, ainda na noite de ontem, 11, pouco tempo depois da circulação da gravação de Temer, o “vazamento” teria ocorrido de forma proposital e se trata de mais uma estratégia da oposição e do PMDB para derrubar a presidente Dilma Rousseff (PT).

Ainda segundo a nota do governo, a estratégia de Michel Temer e de seus aliados é a de consolidar os votos a favor do impeachment contra Dilma na votação de domingo, 17, quando os parlamentares vão se reunir no plenário da Câmara dos Deputados para realizar a votação oficial sobre o pedido de afastamento da presidente da República.

Publicidade
Publicidade

O governo ainda acusa o vice-presidente Michel Temer de tentar, com a divulgação da gravação do seu “discurso de posse”, convencer os deputados, que ainda estão indecisos sobre o voto, de que ele é a melhor solução para comandar o país. #Dilma Rousseff #Impeachment