E as articulações políticas não param de acontecer no tumultuado cenário político em Brasília. Segundo publicação desta quinta-feira, 28, feita pelo jornal O Estado de São Paulo, o PMDB pretende manter o Ministério da Saúde, caso o vice-presidente da República #Michel Temer assuma a cadeira principal no Palácio do Planalto.

Ainda de acordo com informações divulgadas nesta manhã pelo “Estadão”, membros do PMDB afirmaram que Michel Temer já sinalizou dar dois ministérios para a bancada da sigla peemedebista na Câmara dos Deputados. O partido negou que já esteja articulando cargos no ministério.

Em entrevista recente para uma televisão aberta no Brasil, Michel Temer garantiu que vai esperar pela confirmação do afastamento da presidente da República #Dilma Rousseff (Partido dos Trabalhadores) para começar a realizar as negociações de governo.

Publicidade
Publicidade

No entanto, segundo especialistas políticos, a postura atual do vice-presidente indica exatamente o contrário: que ele já está em avançada articulação política nos bastidores em Brasília. #Crise-de-governo