A política emergente das redes sociais possibilitou a organização de diversos grupos através da internet. O Movimento Brasil Livre - MBL surgiu no Facebook e hoje tem como líder, o também colunista da Folha de São Paulo, Kim Kataguiri.

O líder do MBL foi 'massacrado' pela presidente da UNE, Carina Vitral, em um debate organizado pela TV Folha. Na internet, os usuários podem encontrar diversos vídeos com montagens de trechos da entrevista. Ao ser rebatido pela presidente da UNE, Kim acaba concordando com Carina, por não ter argumentos para contestar.

Carina é presidente da UNE, a maior organização de estudantes do país, que existe desde 1950.

Publicidade
Publicidade

A organização teve papel fundamental na resistência contra a ditadura militar, e sua sede foi queimada em 1964, dando início ao período obscuro no país, onde os militares tomaram o governo.

Carina 'detona' líder do MBL em debate político

No vídeo editado pela Fanpage Velório da Direita, o vídeo que conta com mais de 50 mil visualizações é uma montagem com trecho do debate político entre as lideranças da juventude.

O colunista da Folha acaba concordando com Carina que demonstra maior conhecimento do cenário político que o líder do MBL, que surgiu na internet há poucos anos. A fala do colunista da Folha é desconstruída por Carina, que cita que a UNE fez parte da Constituição de 1988, e que os comunistas também votaram a favor da aprovação da Constituição.

" A constituição de 88 não é da burguesia.

Publicidade

A burguesia estava patrocinando a ditadura militar durante anos, os comunistas, durante anos foram perseguidos pela ditadura militar. E foram os comunistas, que seja na luta armada ou seja na luta política, que conseguiram unir o país junto com outros setores para conquistas as Diretas e a Constituição de 88. Portanto, a Constituição de 88 não é um pacto burguês'', ela é amplo do setor da sociedade, afirma a presidente da UNE. Assista o vídeo:

O que a presidente da UNE buscou mostrar para Kim Kataguiri é que a juventude brasileira já se organiza há décadas. Foi a juventude brasileira que impulsionou o movimento Diretas Já, que elegeu a democracia como forma legítima de representação do povo brasileiro. O líder do MBL surgiu há apenas dois anos em contraponto com a UNE, que existe há mais de sessenta anos. #Manifestação #Lava Jato #Impeachment