Mais um dado curioso, e bastante contraditório, é evidenciado no atual cenário político conturbado no Brasil. Segundo apuração feita pelo jornal O Estado de São Paulo, em publicação realizada nesta segunda-feira, 25 de abril, oito dos 21 senadores nomeados como membros titulares da comissão do #Impeachment no Senado Federal são investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Em resumo, o número apresentado significa mais de um terço da comissão recém-eleita no plenário da Casa.

Além disso, destes oito senadores que respondem inquéritos no STF, quatro também estão sendo investigados pela Operação Lava Jato, que investiga uma série de esquemas de corrupção desencadeados a partir do “petrolão”, esquema de corrupção montado para desviar dinheiro da Petrobrás, maior empresa petrolífera do país.

Publicidade
Publicidade

Mesmo sob processo de investigação, todos estes senadores vão fazer parte da comissão especial que tem a responsabilidade de avaliar e dar um parecer sobre um pedido de impeachment no Senado contra uma presidente da República. #Dilma Rousseff #Crise-de-governo