O presidente da Câmara dos Deputados, #Eduardo Cunha, será denunciado, pela ABGLT (Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais), à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos. A Associação congrega 308 organizações e a entidade está revoltada com várias iniciativas de Cunha. Ana Raggio, advogada e uma das autoras do documento, disse que mostrará mais de 50 iniciativas de Cunha, que em sua visão, violam os direitos humanos. Algumas dessas iniciativas são: o apoio que o peemedebista propicia para a redução da maioridade penal, mudanças da lei que atualmente permite o aborto legal e a criação do Dia do Orgulho Heterossexual.

Publicidade
Publicidade

O presidente da ABGLT, Toni Reis, comentou que irá pedir o envio de um observador internacional ao Brasil para questionar e investigar todas essas ações de Cunha. O presidente da Associação e alguns membros estavam presentes no Senado para dialogarem com os parlamentares Marta Suplicy (PMDB - SP) e Romero Jucá (PMDB - RR) pedindo ajuda para esta situação. O grupo está com medo de Eduardo Cunha intervir num possível governo de Michel Temer e dar prosseguimento para as pautas conservadoras.

Salvação

Eduardo Cunha está muito perto de conseguir manobras para se livrar do processo de quebra de decoro parlamentar ao qual é investigado. Enquanto o país estava assistindo a todos os detalhes da votação do processo de impeachment, aliados já buscavam alternativas para colocar um ponto final nos processos contra o presidente da Câmara.

Publicidade

Mesmo que o processo no Conselho de Ética vá pra frente, Cunha já tem uma grande chance de trocar sua cassação por penas mais leves. A oposição, diante das forças que Cunha teve para dar continuidade ao processo de impeachment da presidente Dilma, não tem intenções de atacá-lo mais. E Cunha ainda pode ter na presidência um político aliado, do mesmo partido que o dele, Michel temer. O Supremo Tribunal Federal continua a demorar para julgar os processos contra Cunha e isso faz com que ele ganhe mais tempo. #Impeachment