A política no Brasil vive um cenário imprevisível, de constantes atividades, onde a cada dia mudanças significativas acontecem. Durante os últimos meses, é mais frequente a realização de coletivas pela presidenta #Dilma Rousseff. Dilma sempre demonstrou disposição e abertura em receber a imprensa em diversas coletivas e entrevistas, com uma personalidade irreverente e não se intimida diante dos jornalistas.

Na internet circulam vídeos onde a presidente 'arrasa' com profissionais da mídia despreparados que fazem perguntas tendenciosas. Um dos primeiros vídeos que circulou foi de uma repórter falando sobre uma peça de teatro que a presidenta viu, e ao tentar formular uma pergunta com uma analogia ao governo de Dilma, a presidenta rebateu a resposta dizendo que a profissional não havia visto a peça.

Publicidade
Publicidade

Assista o vídeo:

Jornalista tenta induzir a resposta de Dilma

É comum encontrarmos também jornalistas tendenciosos que formulam suas perguntas a fim de colocar o entrevistado em 'saia-justa'. Um exemplo disso foi o debate manipulado da rede Globo, quando Lula e Collor disputaram as eleições para a presidência em 1989. Durante duas coletivas, uma repórter tentou ser o centro das atenções com suas perguntas. A repórter Tânia tentou por duas vezes e ganhou holofotes em todo o país. Uma forma clara de manipulação de entrevistados é fazer perguntas onde quem responde acaba afirmando uma menção feita pela jornalista.

Foi assim que a jornalista tentou fazer com que Dilma confirmasse com sua pergunta tendenciosa. A jornalista já ganha 'memes' na internet e foi retrucada pela presidenta Dilma que disse: " Agora Taniazinha, não tente colocar uma casquinha de banana em meu passeio". 

A resposta da presidente é contundente e retrata a realidade do jornalismo brasileiro, onde seis famílias detém a maioria dos veículos de informação no Brasil.

Publicidade

A incontestação do povo brasileiro com a parcialidade da mídia 'tendenciosa' brasileira pode ser através de protestos como o da população contra a Rede Globo, a piadas como a da Presidenta Dilma Rousseff.