O ator de novelas José de Abreu participou neste domingo (25), do Programa Domingão do Faustão, da Rede Globo de Televisão. O programa apresentado por Fausto Silva, é um dos principais programas dominicais da emissora, geralmente de grande audiência no período da tarde. Após Abreu ter se envolvido como protagonista em enorme polêmica ao discutir sobre divergências políticas com um casal num restaurante japonês da capital paulista, durante o jantar, o mesmo, de modo reprovável, cuspiu no rosto de um advogado carioca e de sua esposa. O ato recebeu uma reação imediata de gritos e acaloramento de discussões. A ação foi toda gravada pelo vídeo de um celular de um frequentador do restaurante.

Publicidade
Publicidade

Neste domingo, durante apresentação no programa Domingão do Faustão, o ator não se desculpou das cusparadas e ainda defendeu o governo da presidente Dilma Rousseff, atribuindo críticas ao presidente da Câmara dos deputados, #Eduardo Cunha, que conduziu a admissibilidade do processo de #Impeachment, aprovado por grande maioria dos deputados, favorecendo que o processo de impedimento da presidente seguisse para análise no Senado Federal.

Abreu critica Cunha que o rebate em nota

José de Abreu procurou culpar o presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha, como responsável pela abertura do processo de impeachment de Dilma, em que o chama de "ladrão" no programa dominical de Fausto Silva, e ainda desdenhou do ocorrido, em relação às cusparadas no casal que se encontrava no restaurante, afirmando que "não se arrependia da atitude", já que segundo ele (José de Abreu), "não seria o responsável pelo ato", declarou.

Publicidade

Abreu intensificou ainda mais as críticas à Cunha, afirmando que "ele não pode impichar a presidente Dilma", e esbravejou: "é um negócio absurdo!"

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, retrucou, através de uma nota emitida por sua assessoria de imprensa, afirmando que não iria se pronunciar e que "José de Abreu não merece resposta e que o mesmo representa o despreparo dos petistas", declarou Cunha. Após as declarações do ator petista em horário nobre dominical da principal emissora do país, ele recebeu elogios de petistas e uma série de críticas que inundaram as redes sociais contra o seu posicionamento em apoiar o já desgastado governo #Dilma Rousseff.