Neste final de semana de feriado prolongado, o senador pelo estado de Minas Gerais e um dos líderes do #PSDB, Aécio Neves decidiu curtir uma praia junto com a mulher e o filho na praia do Leblon no Rio de Janeiro, mas o que ele não esperava, é que fosse hostilizado e chamado de “golpista” por uma mulher, que com o auxílio de um celular filmou toda a ação. 

Na gravação que foi publicada na internet e que teve mais de 88 mil visualizações, o senador aparece sem camisa e com o filho no colo, enquanto a mulher começa a se aproximar e a hostilizar o senador que ficou sem reação com a abordagem.

A mulher (que não teve o seu nome divulgado) disse as seguintes palavras: “Aqui a gente está vendo um golpista curtindo na praia, com os filhos.

Publicidade
Publicidade

Ele está pouco se lixando com a situação do Brasil, que está pegando fogo. O golpista está aqui na praia minha gente, olha aqui. Parabéns pelo que você está fazendo pelo Brasil”.

Aécio ignorou reação da mulher e continuou caminhando

Na continuidade da gravação, o senador #Aécio Neves para de caminhar e olha para a mulher que se aproxima. Sem reação, ele para um pouco, olha para a mulher e continua a caminhar vagarosamente com o filho no colo.

A mulher de Aécio, Letícia Weber também aparece na filmagem e parece tomar as dores do marido e responde a mulher que se aproximava filmando: “Você não sabe o que está falando”.

A mulher rapidamente retruca Letícia e responde: “Eu estou falando o que sei. Eu tenho certeza do que estou falando”.

Confira abaixo a íntegra do vídeo da hostilização de Aécio na praia do Leblon que aconteceu na última quinta-feira (26):

Nome de Aécio foi citado nos diálogos de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro

A semana que passou foi bem agitada para Aécio Neves, pois seu nome foi citado nos áudios entre políticos com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

Publicidade

As conversas sugerem que o senador que foi candidato a presidente na última eleição presidencial, nos esquemas de corrupção que são alvos da Operação Lava Jato da Polícia Federal. #Manifestação