Após a confirmação do seu afastamento, a presidente da República Dilma Vana Rousseff (PT) decidiu realizar, ainda na manhã desta quinta-feira, 12 de maio, um último pronunciamento no salão nobre do Palácio do Planalto, em Brasília. O pronunciamento deverá ser o último ato de Dilma à frente da presidência da República até a confirmação oficial do seu afastamento, que somente ocorrerá quando a mesma assinar a carta recebida pelo Senado Federal.

O pronunciamento de Dilma está previsto para ser realizado às 10 horas e será voltado para a imprensa. Além disso, a presidente deverá autorizar nas próximas horas a circulação nas redes sociais de um vídeo gravado na noite de ontem, 11 de maio, no qual a mesma reforçar a ideia de que sofreu um “golpe” dado por meio de uma articulação política, liderada pelos partidos da oposição, sobretudo, PSDB e Democratas, além do PMDB, partido de Michel Temer, que assumirá a presidência da República pelo menos nos próximos 180 dias.

Publicidade
Publicidade

É muito provável que, em seu discurso, #Dilma Rousseff também defenda a ideia de que não vai resistir e que irá lutar para retomar seu mandato, conquistado de forma legítima por 54 milhões de votos nas eleições presidenciais de 2014. #Impeachment #Crise-de-governo