Uma discussão contundente, entre uma manifestante que invadiu a Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) para protestar, nessa quarta-feira (04) e o coronel da Reserva da Polícia Militar, e que hoje, cumpre mandato como deputado estadual, Coronel Telhada (#PSDB), está tendo uma grande repercussão na mídia e os questionamentos sobre o comportamento agressivo do Coronel vieram à tona.

Toda a calorosa discussão foi registrada em vídeo por outros manifestantes que estavam no local e divulgado amplamente na internet.

A estudante que aparece no vídeo batendo boca com o Coronel Telhada, se identificou com o nome de Karoline Rocha, que além de estar protestando no local, estaria também, prestando assessoria de imprensa aos outros manifestantes que estavam no local.

Publicidade
Publicidade

Os protestos eram sobre as investigações de desvio de verbas em escolas, no caso apelidado de “Máfia das Merendas”.

Segundo Karoline, Coronel Telhada avançou sobre ela, logo após conceder entrevista

A manifestante Karoline Rocha concedeu entrevista a reportagem do site UOL e explicou como toda a discussão foi iniciada.

Karoline afirmou que estava deixando o plenário para fazer uma ligação telefônica, quando no meio do caminho, se encontrou com o Coronel Telhada concedendo entrevista a um órgão de imprensa, segundo ela, o Coronel criticava os manifestantes que estavam no local.

Logo após o término da entrevista, o Coronel teria avançado sobre ela apontando o dedo em sua direção, tentando intimidar a manifestante, que permaneceu no mesmo lugar e respondendo os questionamentos do Coronel.

“Ele tentou de todas as formas me intimidar, porém com o tempo a gente aprende a resistir a isso, ao machismo.

Publicidade

Para mim ele é um machista e um fascista, que veio para cima de mim somente porque sou mulher e pequena. Ele acredita que eu estou em posição inferior a ele.”

Em vídeo, Coronel é o primeiro a levantar a voz

O vídeo divulgado na internet mostra claramente que o primeiro a levantar a voz na discussão é o Coronel Telhada.

“Você está pensando que está falando com algum moleque? Não está não! Eu sou deputado!”.

Logo em seguida a manifestante responde:

“Você é deputado? Mas eu sou estudante, mulher e mereço respeito. O senhor tem que saber que aqui é a casa do povo”.

Logo em seguida, Coronel Telhada ameaça pedir a prisão da manifestante ali mesmo.

Veja os detalhes da discussão entre o deputado e a manifestante abaixo:

 

#Manifestação #Violência