Agora no lado da oposição, a presidente afastada Dilma Rousseff (PT) segue desempenhando o papel de criticar o governo em exercício do presidente interino #Michel Temer (PMDB), há menos de um mês no comando do Brasil. Em conversa realizada nesta segunda-feira, 30, com internautas nas redes sociais, Dilma voltou a criticar Temer, sobretudo, com relação ao corte no orçamento do programa habitacional “Minha Casa Minha Vida” proposto pelo governo do peemedebista.

#Dilma Rousseff afirmou que Michel Temer e os seus correligionários, agora no governo, não respeitam a história de luta por habitação popular no país, e voltou a chamar o peemedebista de “golpista”.

Publicidade
Publicidade

Dilma classificou o corte no ‘MCMV’ como “absurdo” e uma afronta as 54 milhões de pessoas que a elegeram em 2014 para o seu segundo mandato como presidenta da República do Brasil.

Além das críticas ao governo interino de Michel Temer, Dilma Rousseff demostrou otimismo para os internautas com relação à sua volta ao comando do país no Palácio do Planalto. Segundo ela, senadores já estariam sensibilizados e contrários aos cortes propostos pelo governo interino, o que pode significar uma mudança de panorama na próxima votação na plenária do Senado Federal. #Crise-de-governo