Durante a comemoração de seu aniversário, na cidade de Sobral, no Ceará, o ex-governador e ex-ministro, Cid Gomes, afirmou que ele tem plena certeza de que não existe nenhuma relação com os esquemas de corrupção da Petrobras e que seu nome está limpo e sua consciência está tranquila, tanto que mencionou o juiz Sérgio Moro, responsável pela operação #Lava Jato, Rodrigo Janot, procurador-geral da República e também o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, dizendo que, se o nome dele aparecer em esquemas ligados à #Corrupção, significa que o ministro Teori é "corno", o juiz Sérgio Moro é "picareta" e Janot é "ladrão". Cid Gomes, em áudio, enfatizou mais uma vez que não participou de atos criminosos e também não gerou riqueza e concluiu falando sobre seu comportamento, o qual caracterizou como ético, uma vez que sempre agiu de maneira correta perante a sociedade.

Publicidade
Publicidade

Gomes afirmou ainda que, se ele tivesse desviado 0,01% dos recursos de investimento com os quais lidou, ele já estaria com uma riqueza de R$ 300 milhões, porém, afirmou que age com dignidade e que é uma pessoa séria. O ex-ministro não está sendo investigado nas operações Lava Jato e não há nenhum inquérito contra ele, até o momento.

Cid Gomes afirma que suas falas são coerentes e que não agrediu verbalmente nenhum dos  grandes nomes da sociedade, uma vez que estava em um ambiente íntimo, com amigos, o que lhe dava total liberdade para se expressar. Afirmou também que tentou explicar para algumas pessoas, de maneira didática, sobre como eram feitas as indicações de cargos de âmbito federal, e justificou dizendo que, como ele tem plena consciência de que está limpo e que não existem provas de crimes contra ele, seria capaz de "agredir" quem dissesse que ele está envolvido.

Publicidade

Cid Gomes também afirmou que sua palavra é sua honra. A assessoria de imprensa dos mencionados - juiz federal Sérgio Moro, ministro Teori Zavascki e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot - disseram que não irão se pronunciar.  #Governo