O Senado aprovou, ainda na madrugada desta quinta-feira (12), e decidiu o afastamento e prosseguimento do processo de #Impeachment contra a presidente #Dilma Rousseff. A presidente será afastada do poder por 180 dias e o vice assume a liderança do País. A votação seguiu madrugada a dentro como havia prometido Renan Calheiros.

A sessão foi aberta às 11h30 de quarta-feira (11) e prosseguiu pela madrugada do dia seguinte. A expectativa era que os senadores discursassem por dez minutos.

A partir de agora o processo é aberto contra a presidente e ela será julgada no prazo dos 180 dias. Caso o julgamento ultrapasse estes dias Dilma volta ao poder, mas se for considerada culpada posteriormente , será novamente afastada.

Caso a presidente seja condenada ela fica inelegível por oito anos.

Publicidade
Publicidade

O substituto imediato de Dilma é seu Vice Michel Temer. Caso o vice não possa assumir o cargo o presidente da Câmara dos Deputados assume a presidência, mas não por muito tempo. No prazo de 90 dias novas eleições devem ser feitas para escolha de um novo representante ao País.

*votação continua no Senado #Crise-de-governo