O vice-presidente da República Michel Temer (PMDB) já se articula para assumir, de forma ainda interina, a cadeira da presidência da República no Palácio do Planalto, em Brasília. A confirmação da sua posse ocorreu nesta manhã, quando a presidente #Dilma Rousseff (PT) foi afastada oficialmente por 180 dias pelo Senado Federal. Segundo publicação do jornal Folha de São Paulo, Temer já teria fechado praticamente toda a equipe do seu governo, que espera agora a assinatura da carta de afastamento de Dilma para assumir o Planalto.

Ainda segundo a Folha, o discurso de posse do vice-presidente também já está praticamente pronto.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o senador Romero Jucá (também do PMDB e cotado para assumir o ministério do Planejamento), a fala de Temer não deve ser tão diferente da que foi gravada em áudio e vazada para a imprensa e para a população meses atrás. Dentre os principais tópicos do discurso, a ênfase maior deve ser dada a recuperação da economia do país (Temer já afirmou que deve cortar ministérios para aumentar os recursos do governo).

Além disso, #Michel Temer pretende defender a ideia de garantir maior liberdade para os trabalhos da Operação Lava Jato e de incentivar o clima de paz no país. #Crise-de-governo