E a disputa política não cessa no Brasil. Nos bastidores políticos, circulam rumores de que lideranças do Partido dos Trabalhadores já defendem a ideia de que é preciso “implodir” o sistema político do país, ou seja, deixar de lutar pela volta de #Dilma Rousseff ao seu cargo no Palácio do Planalto e passar a lutar por novas eleições.

A nova decisão, dizem os especialistas políticos, estaria sendo motivada pelo fato de que a própria ala petista em Brasília, assim como os demais apoiadores da presidente afastada, como as lideranças de movimentos sociais e sindicais, já teriam reconhecido a grande improbabilidade de Dilma sair vitoriosa na votação final do impeachment, prevista para setembro, no plenário do Senado Federal.

Publicidade
Publicidade

Ainda de acordo com os especialistas, há rumores de que os petistas podem até mesmo passar a defender a tese de que é preciso mudar o sistema político do Brasil para o parlamentarismo, e extinguir o presidencialismo, o que, é claro, daria fim ao governo interino de Michel Temer (PMDB).

A esperança do #PT agora é a delação premiada de Sérgio Machado, que, caso comprometa o governo interino de Temer, poderá dar forças a nova luta dos petistas por novas eleições no Brasil. #Crise-de-governo