O representante dos Estados Unidos na OEA (Organização dos Estados Americanos), o embaixador Michael Fitzpatrick, afirmou que “não há golpe atualmente em curso no Brasil”, em seu pronunciamento, realizado no dia de ontem, quarta-feira, 18 de maio, na plenária da referida entidade internacional.

A fala de Fitzpatrick se opõe ao que vem sendo veementemente defendido pela presidente afastada #Dilma Rousseff (PT) e também por alguns governos latino-americanos que já se posicionaram sobre o tema, no caso: Venezuela, Nicarágua, e Bolívia.

Esta foi a primeira vez que algum representante estadunidense se posicionou, em nome do governo de Barack Obama, sobre o processo de #Impeachment em andamento no Brasil.

Publicidade
Publicidade

Além de rechaçar a ideia de “golpe”, Michael Fitzpatrick ressaltou que o processo contra a presidente Dilma Rousseff está seguindo as normas democráticas exigidas pela Constituição Federal que rege a política do país.

O embaixador aproveitou sua fala para criticar o governo de Nicolás Maduro, na Venezuela, afirmando que é neste país onde a democracia política está sendo violada há muitos anos.

A presidente afastada Dilma Rousseff ainda não se pronunciou sobre o posicionamento do embaixador norte-americano. #EUA