O ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Supremo Tribunal Federal, afirmou nesta segunda-feira, 09 de maio, que o STF pode julgar mérito do impeachment da presidente da República Dilma Vana Rousseff (PT). No entanto, de acordo com o próprio Lewandowski, será preciso antes que o Supremo Tribunal avalie se poderá, de fato, interferir no processo de acusação criminal contra a presidente.

Ainda segundo Ricardo Lewandowski, existe a preocupação entre os ministros do Supremo Tribunal Federal se existe, mesmo, legitimidade nas causas apontadas pela oposição e pelo PMDB para cassar o mandato da presidente da República. #Dilma Rousseff se defende das acusações afirmando que está sofrendo uma tentativa de “golpe”.

Publicidade
Publicidade

Em uma entrevista coletiva recente para a imprensa, Dilma disse que “se pedaladas fiscais é crime, então, outros políticos no país também devem cair”.

O presidente do STF disse que vai esperar as definições do Senado para depois reunir os 11 ministros da Suprema Corte para avaliar se o afastamento de Dilma Rousseff ocorreu por motivos políticos ou por motivo de crime de responsabilidade com base legal amparada pela Constituição Federal que rege a política no país desde 1988. #Impeachment #Crise-de-governo